• Wix Facebook page
  • Instagram Social Icon

"Disease makes men more physical, it leaves them nothing but body..."

*Thoman Mann, The Magic Mountain

"A enfermidade torna-nos muito mais físicos, aliás, reduz-nos a corpo..."

*Thoman Mann, A Montanha Mágica

Romance de Thoman Mann, é a história de Hans Castorp, um jovem herdeiro que visita um primio num sanatório paa tuberculosos em Davos, na Suíça, em 1904. Resistente inicialmente à vida organizada e confortável na Montanha, Castorp vcai cedendo paulatinamente até que o provável sucede: é diagnosticado com a doença e aconselhado a ficar, o que prolonga por sete anos uma estadia de três semanas.

Nesse período, o romance passeia-se pelo conceito do tempo, uma realidade tanto ou mais difusa quanto mais os pacientes se enredam nas rotinas do tratamento e na bolha protectora daquele microcosmos.

Der Zaubergerg é um romance filosófico, uma comédia de costumes e um épico introspectivo, que nos expõe a doença como um estado de espírito, dos indivíduos e da sociedade na vigame para o século XX.

Narrativa subtil e simbólica, A Montanha Mágica mostra-nos como insidiosamente a morte vai tecendo o seu poder sedutor. As referências germânicas e modernistas são abundantes: Dr. Fausto (Goethe), Tannhauser (Wagner), a nascente psicanálise freudiana, a fenda ideológica que iria alimentar a Grande Guerra.

Este trabalho é um passeio por imagens que, livremente, encontram uma afinidade com esta obra.

Novel by Thomas Mann,the story of Hans Castorp, a young heir visiting his cousin in a Swiss sanatorium for tuberculosis, in Davos, around 1904. Castorp, resisting to the organized and comfortable life in the mountain, slowly starts to appreciate the lifestyle until the expected happens: He's diagnosed with the disease e advised to stay, prolonging an initial visit of three weeks for seven years.

During that time, this book strolls around the concept of time, a reality that increasingly becomes indistinct as the patients become more involved in the routines and in the protective bubble of the sanatorium microcosmo.

Der Zauberberg is a philosophical novel, a social comedy and an introspective epic, exposing to us disease as a state of mind.

Subtle and symbolic narrative, The Magic Mountain shows us as death, insidiously, weaves her seductive influence. The germanic and modernist references are plentiful: Dr. Faust (Goethe), Tannhauser (Wagner), the new freudian psychoanalysis, the slit that would soon feed the Great War.

A Montanha is a series of images freely inspired on this.